Cirurgia PlásticaCirurgia transexDr Pablo HuberPreenchimento facialRinoplastiaSem categoriaToxina BotulínicaFeminização da face e rinomodelaçao

A feminização da face é o conjunto de procedimentos estéticos capazes de alterar regiões do rosto tornando-a mais adequada ao gênero de escolha. Na gama de procedimentos que contemplam a feminização, existem os procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos. E como alternativa para quem não se sente preparada para enfrentar as cirurgias e o pós-operatório, pode optar pelas intervenções sem cirurgia. 

Os resultados são mais sutis do que os resultados realizados com procedimentos cirúrgicos, mas já apresentam alterações faciais capazes de tornar os contornos do rosto mais suaves e femininos.

O preenchimento para a feminização facial



A feminização da face sem cirurgia é feita através da técnica de aplicação de ácido hialurônico. Ele tem efeito temporários e ajuda a criar volumes para harmonizar a face e dar traços mais sutis ao contorno do rosto.

Os procedimentos mais comuns para realizar o preenchimento são: aumento labial, preenchimento do bigode chinês (sulcos naso-genianos e labio-mandibulares), preenchimento em rugas e depressões indesejáveis na face ou até mesmo tratar olheiras e profundas. Também é possível aumentar regiões, como os lábios, para torná-los mais volumosos e femininos.
Assim como a aplicação de toxina, a realização de preenchimento pode ser realizada em alguns instantes e logo após a realização, o paciente pode voltar para casa.
Os procedimentos são de simples complexidade, levam em cerca de uma hora e podem ser realizados no próprio consultório médico. A paciente é liberada no mesmo dia para suas atividades diárias. Deve se ter apenas cuidados com a exposição ao sol e atividades de esforço.

Rinomodelação



O nariz tem grande influência na harmonia da face, por isso, equilibrar seu tamanho e curvatura pode trazer resultados muito satisfatórios à feminização da face.

Realizado com ácido hialurônico, a rinomodelação aplica o ácido em regiões estratégicas do nariz através de uma agulha inserida na região que será modificada. As áreas mais frequentes para aplicação são o dorso do nariz, para amenizar o famoso “caroço” do nariz, e na ponta, para melhorar a projeção, podendo dar mais feminilidade ao visual, e também nas laterais, para corrigir assimetrias. 

O procedimento existe há mais de 20 anos, mas só se popularizou nos últimos anos junto com outros procedimentos de preenchimento facial.

A rinomodelação tem efeito temporário, dura em média de um ano a um ano e meio, e pode ser repetida na sequência. Ela pode servir como uma “prévia” do resultado de uma cirurgia e servir como um incentivo para futuros procedimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário